Torben Grael
Vela

Torben Grael nasceu em São Paulo e se criou em Niterói. Filho do meio de uma trinca de irmãos, logo cedo demonstrou talento e vontade de seguir a saga da família materna, os Schmidt, oriundos da Dinamarca, cujo patriarca Preben foi um dos pioneiros da vela brasileira. Incentivado pelo pai, um militar do Exército, e pela mãe, ela mesmo também uma velejadora, Torben e seu irmão mais novo, Lars, seguiram os passos dos tios maternos Axel e Erik, primeiros grandes campeões de nossa vela. E em 1983, em dupla, conquistaram seu primeiro campeonato mundial, na classe Snipe, no Porto, em Portugal. E não mais pararam.

Daí em diante Torben seguiria uma carreira que o levou ao mais alto do desporto mundial. Foram mais de 30 títulos brasileiros em diversas classes, como são chamados os tipos diferentes de barcos a vela, seis títulos mundiais, cinco medalhas olímpicas, uma final de America’s Cup – a regata mais antiga e prestigiada da vela mundial -, e a consagradora vitória na regata de volta ao mundo em 2009.

Com este currículo, Torben é hoje o velejador com maior número de medalhas olímpicas no mundo, junto ao inglês Ben Ainslie e ao brasileiro Robert Scheidt, e um dos maiores esportistas olímpicos brasileiros de todos os tempos. Além de ser considerado o velejador mais completo de todo o globo, já que brilhou nos três principais tipos de competição a vela: a olímpica, a oceânica e em match race.